Após perceber que a sua dificuldade auditiva afecta todas as suas relações com familiares e amigos e o ter adiado durante algum tempo, finalmente decidiu fazer uma avaliação auditiva e o especialista recomendou a utilização de aparelho auditivo. Nesta fase poderão surgir-lhe várias dúvidas e questões, mas saiba que é normal e por isso escrevemos este artigo.

.

 Qual será o aparelho auditivo recomendado para mim?

 Após a avaliação, o especialista dar-lhe-á uma recomendação para um aparelho auditivo específico, com base nas suas necessidades e actividades do dia-a-dia. Ele vai querer saber, por exemplo, se trabalha ou costuma ficar em casa, vai ao teatro ou cinema, gosta de assistir TV, falar ao telefone ou até se pratica alguma actividade fisica.

 Experimente diversos modelos até se sentir confortável na escolha do seu aparelho auditivo.

.

 Os aparelhos auditivos são todos iguais?

  Não, os aparelhos auditivos são diferentes em estilo, tamanho, volume, número de programas e tecnologia associada. Peça ao seu especialista uma demonstração de vários aparelhos auditivos, experimente-os e compreenda as diferenças entre os mesmos.

.

 Preciso de um ou de dois aparelhos auditivos?

 Se sente dificuldades em ambos os ouvidos, o especialista provavelmente recomendará que utilize dois aparelhos auditivos. 

 As pesquisas demonstram que manter os dois ouvidos activos impede o rápido avanço da perda de audição - no caso de apenas um ouvido estar a receber ajuda.

 Os benefícios são claros:

Melhor compreensão: ouvir as conversas e perceber as vozes mesmo em ambientes de maior ruído;
Maior capacidade de identifi­car a localização dos sons e distâncias: perceber de onde vem as vozes e os sons (se é á frente ou atrás ou se é á direita ou esquerda) como por exemplo os carros que se aproximam e ouvir e reconhecer os sons mais distantes;
Melhor qualidade do som e equilíbrio: dois aparelhos auditivos permitem perceber o ambiente que nos rodeia a 360º, com melhor qualidade de som e a sensação de equilíbrio constante. Redução do eco e apitos inconvenientes;
Sons mais suaves: com dois aparelhos auditivos não há necessidade de maior volume de som, o que previne a sua distorção e garante melhor reprodução da ampli­ficação. Melhor identifi­cação dos sons, grande facilidade em distinguir as palavras e os sons uns dos outros se os dois ouvidos estiverem activos;
Ouvir é menos cansativo: com dois aparelhos auditivos é possível ouvir sem esforço e torna a audição mais agradável e confortável, havendo maior tolerância aos sons mais altos;
Tinnitus: cerca de 50% das pessoas que se queixam de zumbidos nos ouvidos afirmam ter obtido grande alívio ao usar dois aparelhos auditivos em vez de apenas um.

.

 Alguns pontos-chave para lembrar

 ▪️ Os aparelhos auditivos não recuperam a sua audição, mas são a ajuda para a maioria das pessoas que sentem dificuldades auditivas.

 ▪️ A perda auditiva não precisa de ser uma limitação na sua vida. Com uma adaptação correcta aos aparelhos auditivos poderá ter um dia-a-dia normal e participar activamente em todos os convívios familiares e entre amigos.

 ▪️ Tenha por perto informações importantes acerca dos seus aparelhos auditivos e serviço pós-venda (como período de experiência, garantia, recursos adicionais).

 ▪️ Mantenha o contacto regular com o especialista, para que juntos possam perceber a necessidade e efeitos dos ajustes que vão fazendo ao aparelho para melhorar a sua experiência.

 ▪️ Lembre-se que a adaptação ao aparelho auditivo é um processo gradual e que por vezes se vai sentir cansado(a), mas vai valer a pena.

.

..

Esclareça todas as suas questões.

Nós ligamos gratuitamente e sem compromisso!

CLIQUE AQUI!